Saiba estimular os seus colaboradores a investir na inovação dentro da empresa

Você notou que nunca se falou tanto sobre inovação, principalmente após a crise econômica no Brasil? Percebeu que inovar virou a palavra da vez ou praticamente uma obrigação no meio de tanta falta de oportunidade de trabalho? Aposto que sim! Mas, quando falamos em inovação nas empresas, precisamos ficar mais atentos e maliciosos, pois a importância de estimular seus colaboradores a serem inovadores ou terem atitudes inovadoras é muito grande.

Apesar do termo inovação ser tão utilizado ultimamente, ele requer cuidado no seu entendimento, pois a busca por ser ou treinar alguém para ser inovador pode levar você e sua empresa ao sucesso ou ao fracasso. Por qual motivo? Simplesmente por não entender o que de fato significa inovação.

Neste artigo, vamos te mostrar como preparar você, gestor, a estimular, diariamente, seus funcionários à inovação nas empresas.

Neste conteúdo você aprenderá:

  • O que é inovação nas empresas?
  • Qual a importância da inovação nas empresas
  • Como estimular os colaboradores neste processo

O que é inovação nas empresas?

Inovação ainda é um assunto bastante novo para a maior parte das organizações. Por isso, é natural que ainda existam muitas dúvidas. Mas, antes de tudo, você precisa aprender a responder essa pergunta: O que é inovação?

No dicionário, encontramos que inovação é o ato ou efeito de inovar. Porém, isso não esclarece em nada o que seja inovação nas empresas, não é mesmo? Mas, fique tranquilo! Vamos te explicar agora mesmo.

Inovar quer dizer avançar os negócios de sua empresa. É a necessidade de reinventar os processos internos. Além de identificar quais são a oportunidades de ganhar mais, mas gastando menos. Parece um sonho, né? Porém, é possível, desde que consiga de fato incentivar seus colaboradores ao real comportamento de inovação nas empresas. Sendo válido ressaltar que essa postura se aplica a qualquer negócio, desde o vendedor autônomo de bombom até grandes companhias internacionais, por exemplo.

Existe uma confusão relacionada ao termo inovação porque a maioria das pessoas acredita que ser inovador é somente criar algo novo, que nunca foi concebido até então. Entretanto, a verdade é que inovação é algo mais amplo e possível sim de ser implantado na sua empresa, inclusive por meio de treinamento corporativo planejado com esse fim.

Qual a importância da inovação nas empresas?

A importância da inovação nas empresas é tanta que essa atividade não pode ser uma iniciativa pontual. Deve ser algo rotineiro. Para isso, ainda precisa ser implantada por meio da oferta de um ambiente de trabalho recheado de estímulos à criatividade.

inovação nas empresas

De uma forma geral, inovação nas empresas é, com certeza, sinônimo de sucesso em relação à produtividade e clima no ambiente corporativo. De acordo com estudo feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) com pouco mais de 72 mil empresas com mais de 10 funcionários, apesar de as empresas que se preocupam com a cultura de inovação representarem apenas 1,7% da amostra, elas são responsáveis por 25,9% do faturamento da indústria no Brasil e por 13,2% do número de empregos gerados. Ou seja, esses números ilustram e muito a tamanha importância de se cultivar a cultura da inovação no seu negócio. Mas, como fazer isso?

Programas internos de ideias dadas por funcionários são ótimos exemplos de como disseminar uma postura criativa na organização por meio da comunicação interna. Com a combinação de benefícios pessoais e coletivos, por exemplo, você consegue que o colaborador se sinta valorizado e trabalhe mais satisfeito para que os resultados do seu negócio sejam melhores.

inovação nas empresas

Ideias criativas na empresa

Atualmente, permitir que os funcionários proponham novas ideias e estratégias é extremamente valioso para o desenvolvimento de uma companhia. Para isso, a capacidade de inovar precisa ser estimulada frequentemente por você, gestor, e líderes. Sendo válido ressaltar que as ideias criativas de seus funcionários devem ser utilizadas em diversas áreas. Como em um projeto de redução de custos e/ou na simplificação de processos burocráticos.

Abra a cabeça e os ouvidos ao estimular seus colaboradores à inovação nas empresas. E nunca coloque uma ideia na gaveta sem o total consentimento da equipe. Isso pode gerar um efeito catastrófico de falta de estímulo e consequente baixa na produção.

Estimule seus colaboradores sobre inovação nas empresas

Pesquisas comprovam que empresas que têm uma cultura de inovação estão bem mais preparadas para imprevistos e tendem a ser mais sustentáveis. Por isso, estimule seus colaboradores a serem inovadores! Uma dica para essa conquista é a prática constante do olhar para a inovação e a consciência da importância de inovar como auxílio para que a sua equipe seja capaz de identificar saídas e otimizar processos.

Lembre-se: ao incentivar à inovação nas empresas, você não deve se preocupar com inovações apenas nas áreas tecnológicas e/ou materiais. Existe uma importante inovação que precisa ser constantemente realizada, que é a baseada nos conceitos, valores, princípios, normas internas e missão da sua organização. E qual é? A renovação da cultura organizacional. Afinal, assim como uma máquina que enferruja com o uso sucessivo e sem a manutenção adequada, a cultura de uma empresa também precisa passar por mudanças para que não se torne obsoleta.

Dê um start no quesito inovação nas empresas voltando seus esforços para seus funcionários, que devem ter a liberdade de sugerir e, consequentemente, pensar e inovar de fato. Assim, você, como gestor, irá ganhar um terreno fértil onde não haja barreiras para o surgimento, implementação e execução de ideias fantásticas, assim como treinamentos colaborativos. 

Agora que já compreendeu como é importante estimular seus colaboradores à inovação nas empresas, que tal ter acesso a um e-book sobre treinamento corporativo?
 

Tabata Martins
  • 17 Posts
  • 0 Comments
Apaixonada pelo o que faz e dedicada ao que se propõe, Tabata é jornalista com especialização em Marketing e Comunicação e MBA em Comunicação Digital e Mídias Sociais. Ela possui experiência de sete anos nas áreas de jornalismo/comunicação/marketing e já trabalhou em importantes veículos de comunicação em Minas Gerais e no Brasil, tendo já exercido os cargos de editora, redatora, web repórter, repórter, produtora, coordenadora de telejornal, produtora de conteúdo, analista de mídias sociais, apuradora, assessora de imprensa, coordenadora de comunicação estratégica e supervisora de jornalismo.