Será que a bonificação salarial é sempre a melhor saída?

A exigência do mercado tem feito com que as empresas busquem soluções para diminuir a rotatividade dos colaboradores dentro dos ambientes corporativos. Por isso, algumas delas passaram a implementar a bonificação salarial como atrativo para manter os melhores funcionários dentro da instituição.

Neste conteúdo você irá aprender:

  • O que é bonificação salarial
  • Diferença entre bonificação e gratificação
  • Vantagens da bonificação
  • Desvantagens da bonificação

A bonificação salarial é uma recompensa ao profissional por ter se destacado no cumprimento das tarefas exercidas na empresa. O benefício é oferecido ao funcionário como uma maneira de parabenizá-lo pelo serviço prestado. Por ter conseguido cumprir a meta da empresa ou realizado um trabalho de sucesso.

Geralmente, a bonificação salarial não tem um valor estabelecido e  pode vir de várias formas: aumento salarial, jantar, viagem, promoção no cargo e até mais dias de férias.

De acordo com as leis trabalhistas, mantidas na CLT (Consolidação das Leis do Trabalhos), a empresa deve lançar o benefício no contracheque do funcionário. É imprescindível que o contratante não se esqueça de que o bônus salarial não é algo rotineiro. Portanto, é preciso ter cuidado na hora em que for lançá-lo na folha de pagamento do colaborador. Caso seja anexado, mensalmente, ao holerite deste, acabará se tornando parte do salário, perdendo a “função” de bonificação.

Diferença entre bonificação e gratificação

Há quem pense que exista diferença entre bonificação e gratificação. Mas de acordo com as normas trabalhistas, a bonificação vai além do salário e deve ser paga pelo empregador como contraprestação do serviço.

Ainda de acordo com as leis trabalhistas, há limites mínimos ou máximos para as bonificações/gratificações pagas pelo empregador. Elas podem ser ajustadas, tendo como origem a própria lei ou documento coletivo sindical.

Para que o empregador consiga ter um controle dos funcionários beneficiados e dos valores gastos, é necessário e, de suma importância,fazer as devidas anotações e lembrar sempre de lançá-las na folha de pagamento.

Vantagens da bonificação salarial

Ao realizar a bonificação salarial na empresa, além do funcionário, a companhia também sai ganhando. Com isso, listamos abaixo 5 vantagens da bonificação salarial

1 – Aumenta a produtividade do quadro de colaboradores

Por saberem que serão recompensados pelas atividades exercidas, os colaboradores ficarão animados com o benefício e, certamente, trabalharão mais empolgados e motivados.

2 – Traz resultados satisfatórios para a empresa

Por estarem se dedicando à empresa, os cooperadores irão atingir as metas, fazendo com  que a empresa ganhe mais destaque no mercado, conquiste resultados satisfatórios, podendo, até mesmo, conquistar novos clientes.

3 – Identifica colaboradores em potencial

Por estarem empenhados a conseguir o benefício, os funcionários  mostrarão habilidades até então, “escondidas, adormecidas”. Dessa forma, a organização irá conhecer os melhores colabores e, que quem sabe, no futuro, venha a ocupar um cargo de destaque na empresa.

4 – Promove lucratividade

O estímulo de maior e melhor produtividade no ambiente de trabalho, faz com que os jobs sejam entregues no prazo.  O número de trabalhos que surgem está diretamente relacionado ao número de trabalhos entregues. O aumento das demandas ajudará a aumentar os lucros da empresa.

5 – Motiva mudanças na forma de trabalho do profissional

Ao aplicar a bonificação na empresa, você perceberá que vários funcionários buscarão se empenhar cada vez mais a fim de ganhar maior destaque, mudando, assim, a forma de trabalhar. Eles se mostrarão mais engajados e participativos.

Pontos negativos da bonificação salarial

Apesar de trazer bons retornos para a empresa, a bonificação salarial pode ter pontos negativos.

Listamos três pontos abaixo para você refletir sobre como implantar esse benefício na empresa sem que coisas desagradáveis aconteçam.

1 – Há aumento nas despesas da empresa

A bonificação salarial, apesar de ser vantajoso para a empresa e colaboradores, pode trazer um aumento de gastos. Por isso, não prometa o que não poderá cumprir. Converse com o RH da firma e veja quais são as reais possibilidades de se realizar a bonificação salarial.

2 – Disputas e conflitos na empresa

Por se tratar de uma bonificação salarial, alguns funcionários podem ficar com ciúmes do colega de trabalho por ter ganhado o benefício. Por isso, é necessário deixar claro como funciona a gratificação salarial e avisar aos demais que, em uma próxima oportunidade, a chance de ele se destacar e ter essa “premiação” poderá vir.

3 – Fofocas no ambiente corporativo

Um dos pontos negativos de realizar a bonificação salarial são as fofocas que podem ocorrer no ambiente corporativo.

Sempre há algum funcionário que possui o mau hábito de inventar coisas fazendo com que provoque mal entendido na empresa.

Por isso, na hora de entregar a bonificação ao colaborador, procure fazê-lo da maneira mais discreta possível.

A bonificação salarial será a melhor saída para sua empresa. Se a organização tem interesse de conquistar os colaboradores e manter os melhores na empresa, precisa deixar tudo em comum acordo com o RH . Assim,  não correrá o risco de  prometer algo que não possa cumprir.

Baixe nosso e-book sobre treinamento corporativo e estimule o desenvolvimento do seus funcionários.

treinamento corporativo

Ana Carolina Dias
  • 18 Posts
  • 0 Comments
Ana Carolina Dias é jornalista, adora ler e ama estudar espanhol. Sempre que pode visita sua cidade natal no interior de Minas Gerais para passar um tempo com os pais e avôs.